Inovação Social: IISBA colabora no programa EDP Energia Solidária

A Incubadora de Inovação Social do Baixo Alentejo anuncia a parceria com o programa EDP Energia Solidária.

Esta colaboração marca um passo na promoção de projetos sociais que visam a transição energética justa na região, oferecendo suporte para iniciativas voltadas para pessoas ou grupos em situação de vulnerabilidade, trabalhadores da economia social, estudantes e comunidades isoladas.

O Programa EDP Energia Solidária, na edição de 2024, está direcionado para apoiar projetos que tenham um impacto positivo no âmbito da transição energética justa. Entidades com ou sem fins lucrativos estão convidadas a candidatar-se com propostas que abordem áreas como inclusão energética, proteção do património natural e biodiversidade, eficiência energética e energias renováveis, e mobilidade sustentável.

Com esta nova parceria, a Incubadora de Inovação Social do Baixo Alentejo reafirma o seu compromisso com o desenvolvimento sustentável da região, impulsionando projetos que não só beneficiam as comunidades locais, mas também contribuem para um futuro mais verde e inclusivo.

Para fortalecer ainda mais o ecossistema social e impulsionar a criação de soluções inovadoras, a rede de incubadoras parceiras da EDP Energia Solidária estará disponível para oferecer suporte no processo de ideação e na preparação das candidaturas. Além disso, as entidades selecionadas contarão com o acompanhamento de voluntários do grupo EDP durante a implementação dos projetos.

As candidaturas estão abertas de 1 a 31 de maio, oferecendo uma oportunidade para que iniciativas da região do Baixo Alentejo destaquem-se e recebam o apoio necessário para sua realização.

O Programa EDP Energia Solidária, anteriormente conhecido como Programa EDP Solidária, tem um histórico sólido de apoio a projetos sociais em Portugal. Desde sua criação em 2004 até 2021, mais de 415 projetos foram apoiados em todos os distritos do país, representando um investimento de cerca de 18 milhões de euros. Em 2023, o programa redirecionou seu foco para promover a transição energética justa, refletindo a crescente importância desse tema.

Scroll to Top